Arquivo do blog

domingo, 23 de novembro de 2008

Exercícios físicos combatem a endometriose



Tenho 30 anos. Trabalho o dia todo na frente de um computador. Até descobrir a endometriose, os exercícios físicos eram esporádicos. Não gosto de academia. Prefiro ficar ao ar livre, praticando esportes menos repetitivos. Mas enfim, não estava levando a atividade física a sério.

Falta de exercício físico é algo sério. Quando o assunto é endometriose, o exercício é um dos mais importantes remédios para combatê-la. Mas nem todos sabem disso. Perguntei à médica que me operou qual é a causa da endometriose. Totalmente desinformada, ela respondeu: “Muito exercício físico.” Se isso é verdade, por que eu, que não praticava esportes, tinha acabado de sair de uma mesa de operação para retirar 15 cm de endometriose?

A revista “Saúde”, da Abril, desmente a médica. Na matéria “Bote a endometriose pra correr” (
http://saude.abril.com.br/edicoes/0298/corpo/conteudo_278746.shtml), a jornalista Adriana Toledo foi a campo e entrevistou gente que sabe do que está falando. Foram entrevistados cinco médicos ginecologistas de importantes centros de pesquisa. Já de início, o artigo afirma: “Se esse problema atormenta a sua vida, aposte na atividade física. Nós contamos de que forma a malhação alivia as cólicas e até faz regredir a endometriose.” Alivia as dores! Faz regredir a doença! Tanto combate quanto ajuda a evitá-la. Qual o segredo?

A prática de um exercício aeróbico estimula a hipófise que libera endorfinas e inibe a secreção do hormônio FSH. O FSH estimula a produção de estrogênio nos ovários. Menos FSH, menos estrogênio, menos endometriose. Portanto, a endorfina, que é vasodilatadora e analgésica, diminui o estrogênio no corpo e até mesmo faz regredir a endometriose, aliviando as dores. No artigo há uma animação on-line para entender melhor o assunto (
http://saude.abril.com.br/edicoes/0298/corpo/conteudo_288355.shtml).

Tenho uma meta: não ser operada no próximo ano. Sem os exercícios, eu não vou conseguir. Procurei o que me dá prazer. Estou jogando tênis de mesa e basquete. Esportes de que gosto, com um detalhe que faz toda a diferença: faço dupla com o meu marido, amor da minha vida.

Acesse:
http://www.avidadejesus.blogspot.com

2 comentários:

  1. Olá! Descobri seu blog em um dos momentos mas difíceis da minha vida! Foram mais de 10 anos sofrendo com dores gradativas, mudando de médico todo o ano por não me sentir segura com as informações que recebia, pois me conformar em viver uma vida de dores era inaceitável para mim. Perdi a conta de quantas vezes perguntei aos médicos: Será que eu tenho endometriose? E sem ao menos aplicar a investigação correta, recebia a resposta :Não, você não tem.

    Embora não goste muito de academia, iniciei os treinos esse ano pois infelizmente no horário que tenho disponibilidade para me exercitar, não seria possível praticar esportes ao lar livre!
    Senti uma melhora muito significativa nas cólicas menstruais!
    Esse ano, DEUS iluminou meu caminho e encontrei um médico disposto a me ajudar e depois de vários exames, passei pela videolaparoscopia, conclusão: Durante todo esse tempo estava guiada por DEUS em meus questionamentos, sou portadora de endometriose!
    Para muitos essa notícia seria motivo de tristeza... Mas para meu esposo e eu, foi motivo de alegria!
    Acabou o mistério, fica mais fácil vencer o gigante quando sabemos quem ele é e principalmente quais são suas armaduras.
    Na consulta de retorno, meu médico mostrou o CD com a filmagem da cirurgia, foi excelente de se ver... Um verdadeiro choque de realidade com focos de endometriose no útero e próximo a bexiga, graças a DEUS todos cauterizados e sem a necessidade de retirar órgãos.
    Mediante tudo isso e as ricas informações que encontrei no seu blog, resolvi mudar minha vida, dentro de todos os aspectos que estão ao meu alcance.
    Os dias de afastamento do trabalho me trouxeram uma bela oportunidade para refletir em minha história e como eu quero escreve la daqui para frente.
    Me sinto feliz e confiante no DEUS que me guardou até aqui!!!
    Sei que a jornada é longa mas a vitória é certa!
    Que DEUS continue te abençoando!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Ingrid!

      É uma luta muito grande mesmo. Mas você lutou por esse diagnóstico! Saber o que temos é o ponto de partida. Você está certa. Também senti um alívio quando tive um diagnóstico preciso.

      Agora, vem a decisão mais importante: o tratamento. Como você já pode comprovar, a mudança no estilo de vida é o caminho. É uma longa caminhada que envolve várias decisões, desafios e conquistas. Só com a oração, eu consegui persistir nas mudanças. Temos que batalhar diligentemente por uma nova vida. Isso é desafiador. Mas também significa "liberdade". Saúde, de fato. Continue firme com os exercícios físicos, diariamente. Esse é um dos aspectos mais importantes do tratamento.

      Veja também todos os outros aspectos de um novo estilo de vida, tentando considerar cada um deles como importante também.

      Escrevi aqui um resumo de minhas mudanças: http://endometrioma.blogspot.com.br/2014/01/meu-tratamento-contra-endometriose.html

      Agradeço muito por você ter escrito. Orarei por você. A vitória é certa. Que Deus a abençoe muito também.

      Com muito carinho,

      Excluir