Arquivo do blog

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

O alimento-remédio



Em agosto, encarei no hospital uma comida sem sabor e com muito óleo para quem tinha acabado de ser operada. Depois, tomei uma decisão: alimentar-me melhor. Antes da endometriose se manifestar, comia sem me nutrir. Meu cardápio diário era constituído de açúcar, gordura, industrializados. Chegava a pensar, em meio à correria e refeições rápidas: que nutrição estou dando às minhas células? Caloria vazia.

A alimentação tem um impacto decisivo no organismo. O que comemos provoca doenças e também, felizmente, ajuda a manter ou restaurar a saúde. Desde agosto (e já estamos em dezembro/08), minha alimentação é outra. Ainda quero escrever sobre isso. Contar as mudanças que fiz, divulgar minhas receitas. Um cardápio delicioso e saudável. Mas hoje quero falar sobre a alegria de usar a alimentação como remédio.

Há um pouco mais de um mês, o resultado de um exame parasitológico apontou a presença de um protozoário. Fui a um médico de linha mais alternativa que me deu duas opções de tratamento: remédio convencional ou tratamento natural. O primeiro destrói o verme sem dar trabalho, basta tomar um comprimido. Mas ataca a flora intestinal, matando as bactérias benéficas ao organismo. Tenho endometriose no intestino. Essa não seria uma boa alternativa. O segundo dá mais trabalho, mas não apenas preserva a flora intestinal como fortalece a saúde. Optei pela via natural, mas por precaução pedi a receita do remédio.

Dieta eclética: alho, sementes de abóbora torradas e moídas, suco de couve, chá de hortelã, e fé. Refiz os exames. Hoje chegou o resultado. Não tenho mais nada. Isso significa, pessoalmente, uma pré-vitória dentro da batalha maior que estou enfrentando: vencer a endometriose. Se a alimentação me ajudou a vencer um mal menor, pode me ajudar a superar ou neutralizar a incurável endometriose. Ela é grande, temível, por enquanto invencível. Mas quero ter a alegria, como tive hoje, de descobrir em fevereiro que ela está sob controle. Estará.

Acesse: http://www.avidadejesus.blogspot.com
http://www.dezmandamentos.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário