Arquivo do blog

sábado, 26 de maio de 2012

Respostas aos Comentários

26 de maio de 2012

Minhas amigas, agradeço muito a interação. Peço desculpas pela grande demora em responder. Estou finalizando uma etapa profissional, e preciso atender às exigências. Quero expressar minha gratidão pela troca de informações e compartilhar minha experiência em relação às questões colocadas. Agradeço muito o carinho!  


olá, acabei de descobrir seu blog e me animei muito em saber de pessoas reais com esse "probleminha"...tenho o diagnóstico de endometriose grau 4 há 7 anos mais ou menos, já passei por 2 viedolaparoscopias, já tomei elani, gestinol, cerazetti, os quais nunca cortaram minha mesntruação, engordei 10 quilos em 3 meses com algum desses q tomei logo após a cirurgia. em 2008 coloquei o Mirena que tive q tirar antes de completar 11 meses, pois a reincidiva de cândida era constante e engordei mais uns 8 quilos...tomo o diane 35 há anos ele é unico que "corta' a mesntruação, além de ser ótimo pra pele e pro cabelo!!! alguma coisa tem q fazer de bom né!!! rsrs vi seu texto sobre candida e me senti aliviada por alguem tb compreender o q é ter candida...principalmente qdo fico meses e meses tomando a pilula sem pausa, ai é insuportável...em 2009 li alguns artigos, livros sobre candida e vi que batiam sempre na mesma tecla, sobre a mudança de alimentação, principalmente laticinios, eu na verdade 
em O gigante adormecido
Ana Tereza3
em 21/05/12

Olá, Ana Tereza!
Quanta luta! Tenho o diagnóstico de endometriose grau 4 há 4 anos. A cândida parece acompanhar a endometriose em muitos casos. Parece simples, mas é importante tomar cuidado. A coceira intensa, por exemplo, pode levar a lesões na parte externa da vagina. Essas lesões podem se agravar. Minha opção para enfrentar a endometriose e a cândida tem sido a mudança de estilo de vida (alimentação, exercícios físicos, luz solar, ar puro, água, combate ao estresse), conforme conto nos textos. O alho é simplesmente fantástico. Todos os dias, eu tomo um alho cru amassado, com água, além do que utilizo na alimentação. Mesmo usando levedo de cerveja em pó (que em tese, pode desencadear a cândida), o organismo segue regulado. Há algum tempo, penso em escrever um texto sobre o assunto. Motivada pelo seu comentário, vou procurar fazer isso. Mas tente fazer as mudanças no seu estilo de vida. Os benefícios para o corpo todo são surpreendentes! 
Um grande abraço!


Ola tenho 24 anos e varias duvidas.Sofro muito com a menstruação.Tenho períodos longos e sofridos.Muitas dores nas costas,no ombro,dores insuportáveis para urinar e para fazer coco é horrível a maioria das vezes não faço. Cólicas intermináveis,cansaço.E vontade de comer doce,quando estou menstruada passo o dia comendo doces.São tantas dores que sempre procuro cortar a menstruação porque só neste período me sinto assim.Sempre quando ia ao ginecologista me receitavam mais anticoncepcional e antiflamatoria e até antidepressivo,porque fico extremamente extressada.Mudei para Portugal faz 1 ano e aqui ainda não fui no ginecologista,mas tenho medo que me receitem tudo de novo,que na verdade não muda em nada as dores são iguais só aumenta as dores no estômago.Acha que devo exigir um exame de endomentriose ?Porque procurei na internet sobre meus sintomas e só chego nesta conclusão.Se puder me responder ficarei muito feliz,preciso acabar com esse sofrimento mensal.Obrigada.Meu msn:lolih-@ 
em Um poderoso remédio para a endometriose e o combate à candidíase
Lolih
em 21/05/12
Olá, Lolih!
De fato, os seus sintomas podem indicar endometriose. É muito importante que você tenha um diagnóstico. É importante procurar um ginecologista especializado em endometriose, pois há médicos que não conhecem adequadamente a doença. Às vezes, embora a dor seja intensa, os focos da endometriose podem ser pequenos. Por isso, tente manter-se tranquila, mas não deixe de procurar um médico que saiba fazer o diagnóstico. Há um site de mulheres com endometriose em Portugal, com nome de médicos (Veja o Fórum, com informações específicas sobre médicos especialistas: http://mulherendo.forumeiros.com/t263-especialistas-em-endometriose-portugal) Além disso, faça mudanças em seu estilo de vida. O açúcar desencadeia inflamações. Assim como eu e você, muitas mulheres com endometriose sentem muita vontade de comer doce (O que é realmente uma delícia). Mas é preciso resistir ao açúcar. Posso dizer, que atualmente, eu não sinto mais vontade de comer doces com açúcar (branco ou mascavo). Por isso, é possível modificar o paladar e substituir o açúcar por outros alimentos deliciosos, mas saudáveis. Substituí-lo por outros alimentos que são doces naturalmente (frutas, um pouco de mel). Procure informações sobre culinária vegetariana e natural. Depois que fiz as mudanças, nunca mais senti dor. Há tantas informações e descobertas interessantes! Tudo isso acaba revolucionando nossa visão de mundo e de saúde! Não desanime. Siga firme para ter um diagnóstico e a cura. E mesmo que não seja endometriose, procure fazer as mudanças no seu estilo de vida. Busque informações sobre aulas de culinária natural. Na internet e em sua cidade, procure pessoas que falam sobre esse assunto. Você fará boas descobertas! Se quiser, compartilhe neste blog suas pesquisas.
Carinho!

Tive diagnóstico de endometriose entestinal,pelvica e ovariana,há 4 meses,depois de tentar provar para os médicos que meu problema era esse,durante 5anos seguidos,foi na net em foruns e blogs como esse que descobri só oque realmente tinha,procurei médicos fora do meu convenio até que encontrei um que entedia do assunto,comprovei com exames especificos,não fiz cirugia pois o convenio ainda queria tentar que seus médicos sem experiencia no assunto fizessem,mas diante da negação deles,resolverm que vão pagar,mas estou com muitas dúvidas,fui em outro que quer que eu tome o Zoladex primeiro pra ver se resolve,mas tenho problemas com medicamentos,sou alérgica a vários,meu ureter está desviado,tenho medo de perder os rins,meu intesino está fechando,e meu xixi quase não sai,outro médico quer que eu retire tudo(útero ovários e trompas e colo do útero e parte do intestino)já outro quer que que eu tome serazeti,mas não tenho idade para começar a tomar o anti-concepcional e tenho cistos no ceio e 
em Como superei a endometriose – Parte II
Anônimo
em 16/05/12
Olá!
Fico feliz por você ter sido diagnosticada corretamente, apesar de todo esse tempo de sofrimento. Por isso, é importante buscar médicos especializados, que nem sempre atendem pelo convênio. Seria muito importante que médicos do SUS e muitos médicos conveniados fossem bem treinados para diagnosticar a endometriose. Mas essa ainda não é a realidade. O diagnóstico é a primeira luta a ser enfrentada. Depois, vem o grande desafio: que remédio tomar? Que tratamento seguir? Quais os benefícios e riscos de cada tratamento? Seria importante também que o serviço médico tivesse uma base de dados digitalizada sobre o resultado estatístico de cada tratamento utilizado. Se cada médico inserisse essas informações num banco de dados centralizado, de acesso público, teríamos uma visão geral sobre a eficácia de cada remédio e técnica cirúrgica utilizados. Mas não existe isso e provavelmente jamais existirá. Mas do relato das mulheres na internet, é possível ter uma ideia do que está dando certo ou não.
Não sou médica. Não poderia indicar nenhum tratamento medicamentoso ou cirúrgico. Tenho uma experiência muito pessoal com a endometriose. Passei por muitas consultas, leio pesquisas, fiz mudanças no meu estilo de vida. Conforme conto no blog, a endometriose diminuiu. Também tinha dores na evacuação, pois tenho endometriose no intestino. Embora os exames nunca tenham apontado endometriose na bexiga ou rins, eu sentia também sintomas relacionados à endometriose nesses lugares. Além das dores habituais, tive um quadro de dor insuportável. Mas nunca mais se repetiu.
Posso lhe dizer com toda certeza: a mudança no estilo de vida faz muito bem ao organismo. Busque informações sobre isso. Não desista! Somos aquilo que comemos. Essas mudanças exigem muita força de vontade, pois não são práticas como as pílulas e comprimidos. Mas valem à pena! 
Quanto à cirurgia, busque acompanhamento médico. Eu precisei fazer uma cirurgia, pois minha vida estava em risco. Quando descobri a endometriose, eu tinha um endometrioma de quase 15 cm no ovário direito. Foi necessário retirar o ovário. Por isso, devemos sempre ter acompanhamento médico, fazer os exames. 
Sei que fazer todas essas mudanças no estilo de vida parecem um grande desafio. Como fazer? O que comer? O que devemos mudar? Tento colocar no blog o máximo que consigo, mas sei que muitas vezes não é suficiente. Para quem não conhece nada sobre tratamentos alternativos e naturais, uma opção pode ser ir a uma clínica de saúde (Veja no texto Clínicas de Saúde http://endometrioma.blogspot.com.br/2011/04/clinicas-de-saude.html. Se você tiver condições financeiras, pode ser uma alternativa. Há também médicos e nutricionistas que poderiam orientá-la). Mas mesmo que você siga um tratamento medicamentoso específico ou opta pela cirurgia, não deixe de fazer as mudanças na sua alimentação. Faça exercícios físicos. Tente mudar seu estilo de vida. Isso com toda certeza a ajudará muito. 
Desejo melhoras. Desejo que você encontre o tratamento correto. Escreva sempre que precisar.
Carinho.

Olá,fiz ultra-son trans vaginal com preparo intesninal com protocolo para endometriose,não é o melhor exame a ser feito,pois nescessita tomar laxante(é melhor não comer nada no dia para deixar bem limpo o intestino,quanto mais limpo melhor o resultado do exame),é um pouco dolorido,mas suportavel,coloca-se um gel dentro do útero,e o exame é complementado pelo abdomem,o meu demorou 50 minutos,e dá para visualizar bem o problema,fiz em S.P (capital) na clinica Cura,com a Dra.Ana Luisa Alencar De Nicola.Ela é ótima e muito delicada e atenciosa,pagueiR$720,00. 
em Exame para detecção de endometriose profunda
Anônimo
em 16/05/12
Obrigada por compartilhar com detalhes sua experiência! Ajuda bastante, pois orienta mulheres que ainda não fizeram o exame. O exame que faço para controlar a endometriose é exatamente esse. Se tiver endometriose no intestino, pode ser um pouco dolorido. Mas nada que assuste. No meu caso, sempre é bem tranquilo. Esse exame também apresenta boa eficácia diagnóstica. Sugiro que a leitoras procurem também médicos conveniados que façam esse exame específico (Seria muito bom se compartilhássemos essa informação) ou hospitais públicos de saúde (Sei que tem na USP, Unifesp, Unesp-Botucatu. Se alguém souber de outros lugares ou teve experiência nesses hospitais, compartilhe suas sugestões e opinião). Apesar de ter dois convênios, paguei pelos exames. Isso está bem longe de ser a situação ideal. Mas se onde você reside não há hospitais públicos (Viajar até outro Estado pode ficar muito caro) que realizam esse exames e se você tem condições financeiras, pagar pelo exame é a opção que resta. Diferentes médicos cobram diferentes valores. É preciso avaliar os preços. No texto Exame para detecção de endometriose profunda, muitas leitoras têm compartilhado sugestões sobre médicos e exames.

Amiga estou a cada dia lendo um pouco da sua historia, descobri a um mes que tenho endometriose, estou como vc pesquisando muito sobre o assunto, e estou tentando engravidar, e acredito que a dificuldade esta na endometriose, meu medico pediu pra continuar tentando pq ele acredita que seja leve meu CA 125 deu 53, mas caso eu não consiga engravidar até o final do ano ele vai fazer a laparascopia, estou a seguir alguns conselhos que vi aqui.. caminhadas, sem cafeina ou chocolates, mas tenho fé em Deus que ele vai me abençoar, e quem sabe eu nem precise fazer a laparascopia, mas caso preciso só peço a Deus coragem e tranquilidade. Parabéns pelo blog... Beijos 
em Endometriose e exercícios físicos
Anônimo
em 13/05/12
Obrigada por escrever! Continue fazendo as mudanças, realmente elas dão resultado! Minha experiência com o CA-125 II foi a seguinte: quando descobri a endometriose, meu CA-125 estava bem alto. Ele é um marcador tumoral que pode indicar câncer e outras doenças, como endometriose. Depois que fiz as mudanças no estilo de vida, os índices começaram a baixar: 130, 79 até chegar em 29 U/mL (Um índice dentro da normalidade). À época que o CA baixou, meu médico (um especialista, pesquisador) disse que o CA nem sempre é confiável. Às vezes, pode estar baixo, mesmo com endometriose profunda. Da minha experiência, tenho a seguinte opinião: quando meu CA foi para 29, minha endometriose continuou sendo de grau IV. E por que se apresentou tão baixo? Apesar de ser grau IV, a endometriose estava sem crescer, o estrógeno estava baixo, os focos sob controle e diminuindo, o organismo estava respondendo bem às mudanças que fiz. Essa é minha percepção. Por isso, considero que o CA é importante não simplesmente para saber se a endometriose é Grau I ou IV, mas para detectar sua atividade no organismo, a forma como está ou não avançando. Mas isso não é uma opinião médica, é uma opinião pessoal. De qualquer forma, mudar o estilo de vida pode realmente baixar o índice do CA-125 para níveis normais. Aconteceu comigo! 
Que Deus lhe dê forças para fazer as mudanças necessárias. Continue fazendo os exames médicos e acredite na importância do estilo de vida. 
Carinho! Força sempre!  

Este exame de endometriose profunda dói ? em Exame para detecção de endometriose profunda
Anônimo
em 04/05/12
Como disse na resposta acima, não dói não. Às vezes, sente-se um incômodo. Essa é minha experiência. Mas se houver muita inflamação, penso que a sensibilidade pode ser maior. Se outras mulheres fizeram o exame e quiserem contar como foi, mande um comentário com sua experiência. Isso pode ajudar quem ainda não fez o exame.

Ah... Fiquei curiosa! Qual a decisão importante??!!! 
em O gigante adormecido
Anônimo
em 28/04/12
Desculpe-me por demorar tanto para escrever minha amiga, que ainda não conheço, mas que admiro muito... Preciso sair logo dessa fase de muitas correrias. Uma de minhas decisões foi pedir demissão (de um dos empregos, que exigiria muitas viagens. Além disso, estou finalizando outra etapa profissional que tem exigido bastante de mim). Fiz isso porque minha vida tem tomado outro rumo, tem ganhado outras dimensões, sem que eu planejasse tantas mudanças. Mas as mudanças vieram, foram necessárias, precisam ser consolidadas a cada momento. Com elas, novas alegrias, sensações, descobertas, amigas com quem tenho tanta identificação... Quero me dedicar profissionalmente à área da saúde. Não sei bem ainda o caminho específico, se sigo a área de pesquisa, se redimensiono minha própria atuação profissional, se recomeço totalmente. Mas a decisão de seguir a área de saúde, eu já tomei. E suas palavras me ajudaram muito a fazer essa escolha num momento-chave. 
Obrigada. 
Com muito carinho.

Olá, Vivo no interior da Bahia e em janeiro passado foi detectado que tenho endometriose. Já fiz ressonância magnéica da pelve, uma colonoscopia e agora o médico quer que eu faça um estudo ultrassonográfico com preparo intestinal... Mas, o médico ultrassonografista indicado por ele, só faz o exame particular e , ao meu ver, é extremamente fora da minha realidade,pois custa 580 reais... Gostaria de saber se em salvador-bahia há outros médicos que fazem esta ultrassonografia com preço mais acessível... Aguardo uma resposta...
Alzira de Oliveira
em Exame para detecção de endometriose profunda
em 15/04/12

Olá, Alzira:
Que bom que teve acesso a todos esses exames. Realmente, o exame específico é muito caro. É muito fora da realidade da maioria das mulheres. Por que cobrar tão caro? Talvez, no Hospital Universitário da Universidade Federal da Bahia seja oferecido esse exame. Mas não tenho essa informação.
Este é o link do site da Faculdade de Medicina da Bahia: http://www.fameb.ufba.br/
O telefone do Departamento de Ginecologia, Obstetrícia e Reprodução Humana é 3283- 8861.
No e-mail abaixo, a Maria El cita o Dr. Kleber Chagas.
Se alguém tiver outra informação sobre atendimento em Salvador, envie um comentário para este blog.

Boa-tarde, minha amiga! Antes de mais nada, adorei o escritora! Se minhas poucas palavras puderem fazer por você só um décimo de tudo que as suas fizeram e fazem por mim, então, ganhei o ano! Sempre me lembro, quando caminho aqui na minha quadra, em Brasília, da sua frase que diz que o mundo desconhece seu lugar de cura. Perfeita!Isso me dá força para continuar caminhando. Estarei, ansiosa, torcendo e esperando pelos resultados da sua decisão. E, que, saiba desde já, que só a coragem de tomá-la é a própria conquista. Sucesso, menina! Você e o seu marido realmente merecem tudo de bom! Um exemplo! Beijão e bom fim de semana! 
em O gigante adormecido
Anônimo
em 13/04/12
Minha amiga, obrigada pelo grande carinho. Você escreve muito bem!!! Saber de suas impressões me dá forças também. Vamos persistir. Tudo de bom para você! PS.: Também já caminhei em uma das quadras de Brasília, com uma grande amiga que mora aí. Por causa dessa amiga, Brasília tem um significado especial pra mim.

Olá meu bem, Meu nome é Maria El e como todas nos interessadas no assunto, estou passando pela mesma situação em Salvador/Ba. O médico aqui é Dr. Kleber Chagas (So tem esse). Estou com medo de fazer e não dar nada no resultado e eu nao descobrir de fato o que tenho. PODERIAM TODAS que tiverem lendo relatar os sintomas que passarm. Um beijo estarei a disposição pra qq ajuda. 
em Exame para detecção de endometriose profunda

Oi, Maria:
Obrigada por escrever. Desculpe-me a grande demora em responder. Os sintomas que tive foram: inchaço abdominal, dor na evacuação (devido à endometriose no intestino), dor muito forte no abdômen (em uma ocasião, cheguei a desmaiar de dor), fluxo menstrual intenso, coágulos na menstruação, cansaço, emagrecimento, palidez. Mas em grande parte os sintomas diminuíram ou desaparecerão devido às mudanças que fiz. Nos comentários acima, outros sintomas são relatados. Conforme pede a Maria, se alguém puder compartilhar seus sintomas, envie um comentário.
Um abraço! Desejo que tudo dê certo!  


Minha receita contra a endometriose, em linhas gerais:







11 comentários:

  1. oi...entendo sua correria, pois a minha é intensa tb!!! então, acho bacana escrever mais sobre a "maldita" cândida...sabe, quem me trata da endometriose é homem, um espetáculo de médico, suer profissa...mas na hora da cândida, só a minha médica, "mulherrrrr" que soube entender o que passei...tive uma série de crises uma atras da outra sem pausa, por uns 2 meses mais ou menos, quase enlouqueci...ela me ensinou a laver as calcinhas todos os dias no chuveiro mesmo, deixe secar normal e não as guarde na gaveta, no final da semana, junte-as lave-as novamente com sabao em pó normal, nunca, em hipótese alguma jamais nuquinha mesmo coloque amaciante (pois os mesmos são derivados de fungos), e depois do ultimo enxague, dexi de molha por algumas horas em um balde (só seu, que será usado so p isso)com água e bicarbonato, e coloque p secar ao sol...é enjuado mas vale a pena muito essa "canseira" das lavaçoes...e qdo tá atacada tb jogo na "área" em coceira água com bicarbonato...inclusive li não me lembro onde exatamente, pesquisas americanas relatando melhoras em cânceres, tratados com bicarbonato...enfim, isso já me ajudou muito, o bicarbonato não falta na minha casa!!!!!
    seus textos sãomuito bacanas e verdadeiros...
    obrigada por ter esse canal aberto...
    Abraço e sucesso na sua correria...
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana!
      Não é fácil mesmo essa vida de muitas correrias. Eu já desacelerei bastante, mas agora tenho de finalizar um projeto profissional. Pelo menos até setembro, estarei correndo muito. Obrigada pelas preciosas dicas sobre o tratamento para combater a cândida. Sim, tudo que você faz é excelente. Vale à pena, sem dúvida. É o tratamento adequado.
      Também continuo com o alho. Para quem tem sensibilidade no estômago e não se sente bem em tomar alho moído, uma alternativa é deixar o alho na água e tomar o líquido. Além de matar o fungo, beneficia o organismo como um todo e ajuda a combater a endometriose.
      Agradeço toda informação. Com certeza, trará benefícios a outras mulheres que sofrem para conseguir um tratamento adequado.

      Um grande abraço!
      Carinho.

      Excluir
  2. Olá, minha querida amiga. Fiquei feliz com a sua resposta. E para que você saiba um pouco mais sobre mim, aí vão algumas informações. Meu nome é Michele, tenho 37 anos e moro em Brasília. Minhas caminhadas diárias de 2h, as faço aqui, na minha quadra, na Asa Norte, e, também, nos parques Da Cidade, Olhos d'água e da Água Mineral. Sem contar, que caminho também no Eixão, rodovia federal que corta todo o Plano Piloto. Aos domingos, ele fica aberto ao público para lazer. Você deve conhecê-lo,uma vez que já caminhou pelas terras da nossa capital.
    Agora, assunto mesmo importante é que foi providencial a sua escolha de atuar na área da saúde. Não poderia ser diferente, seu amor pela área transborda. Seus textos comprovam isso. Não é à toa que, nós, leitoras do seu blog, nos sentimos tão bem por aqui. Suas orientações são sérias, embasadas e, acima de tudo, generosas. Aqui, recebemos a ajuda que, na maior parte das vezes, não obtivemos nos consultórios médicos. Aqui, encontramos o manual de sobrevivência que tanto precisávamos. Comecei a sentir os sintomas da endometriose em 2010, mas só, no final do ano passado, resolvi tomar uma atitude. O meu principal sintoma era ardor ao urinar durante o período menstrual. Essa informação associada a evolução do meu CA 125, que ao longo de um ano foi para 35,29, e, após mais 6 meses, atingiu 60,80, fizeram-me reagir. O mais importante é que foi aqui, no seu blog, que encontrei o meu melhor tratamento. Sigo sua lição como a aluna fiel que sou. Sempre respeitei e admirei os preciosos mestres que passaram por minha vida. Desta vez, a lição é sobre a minha saúde. Sou grata às suas experiências duramente e bravamente conquistadas. E também sou grata à sua sabedoria. Buscando a sua cura, você encontrou também a nossa. É um orgulho ter tão ilustre profissional atuando agora na área da saúde. Esta só tem a ganhar, seja qual for o seu campo de atuação. Parabéns pela nobre escolha! Nós somos nossas escolhas! Obrigada por, generosamente, ter me incluído como uma das motivadoras para que a tomasse. Sinto-me honrada! Um beijo bem grandão! Sucesso! Michele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, minha querida amiga Michele! Temos quase a mesma idade. Que ótimo conhecê-la mais. Conheço pouco de Brasília. Eu já fiquei hospedada numa cidade satélite (Taguatinga), onde conheci uma querida amiga, que hoje está muito distante (Assisti a uma aula de Direito na UnB junto com ela); no Lago Sul, onde fazia minhas caminhadas com uma amiga de 80 anos que transformou minha vida de modo incomparável. Recentemente, estive no Parque da Cidade, onde participei de um congresso. Também andei muito de ônibus pela cidade.
      Como me faz bem ler suas palavras! Como me faz bem ouvir você. Você não pode nem imaginar minha alegria e minha expressão ao ler o que você diz. Estou sorrindo. Que você tenha muita força sempre, saúde, muitas felicidades. Você tem um modo especial de olhar a vida. Há muita delicadeza em suas palavras. Obrigada.
      Carinho, sempre.

      Excluir
    2. Boa-tarde, minha querida amiga! Obrigada pela resposta! Você realmente é um carinho para nós.

      Fico na expectativa para ler seus próximos textos, suas pesquisas, descobertas. Aprendo tanto! Adorei o texto sobre a soja. Como você já havia sinalizado nos textos anteriores que a soja possivelmente não seria indicada para o nosso caso, tratei, já naquela época, de cortá-la da minha alimentação. Sinto-me mais segura. Obrigada!

      É bom ter um norte. Ter pessoas confiáveis como você e as seguidoras deste blog. No final das contas, "a coisa" não fica nem tão ruim assim. A gente aprende, cresce, desenvolve-se e transforma-se em alguém bem melhor.

      Gostei muito da dica para combater a cândida, dada pela nossa amiga Ana Tereza. No meu caso, para amenizar os sintomas da cândida, bastou que eu parasse de usar qualquer tipo de sabonete naquela região. Quando optei pelos shampoos para a limpeza da região íntima, de preferência aqueles bem simples que vendem em galões nas drogarias ou nas redes de cosméticos, tive um alívio considerável. Nenhum remédio que tomei fez esse efeito. Estava com uma inflamação grande, o incômodo era angustiante, mas quando fiz essa opção, fui melhorando com o decorrer dos dias. Até que melhorei consideravelmente.

      Bem, fica aí essa dica que pode ser uma complementação para um tratamento.

      Um abraço bem gostoso para vc, carinho! E que esta sua inspiração, bela e imprescindível para nós, fortaleça-se a cada dia.

      Fique com Deus!

      Michele.

      Excluir
    3. Olá, Michele!

      As mudanças precisam de provas. Nem sempre as encontramos com os médicos ou em pesquisas científicas. Às vezes, a ciência não prova, confunde. Há sempre muitas discordâncias. Mas as sensações, as reações físicas, a reação do corpo também podem servir de evidências convincentes. Foi a partir dessa observação que deixei a soja.

      Além disso, há muito tempo, ouvi a palestra de um químico formado pela USP, que também fez teologia. Ele falava em uma igreja sobre os males da soja. Eu e meu marido não pudemos deixar de rir. Inusitado: um químico, numa igreja, falando mal da soja?! Quem diria que eu, uns oito anos mais tarde, lhe daria razão. Sempre me lembro dele e da impressão que tive de estar ouvindo uma desnecessária teoria da conspiração alimentar...rsrs.

      Espero que muitas mulheres se convençam. O alimento é nosso remédio, nossa saúde. Fico feliz porque hoje podemos falar por meio da Ciência, embora ela seja tão cheia de paixões quanto outros discursos. Uma catedral do saber que nos aponta caminhos e nos ajudam com as provas. Juntando as evidências, também me sinto segura em não comer soja.

      Obrigada por compartilhar seu tratamento para a cândida. De fato, é preciso tomar cuidado com os produtos de higiene.

      Fique com Deus, minha amiga.

      Com carinho!

      Excluir
  3. olá. Achei de escrever sobre minha experiencia por aqui. Primeiro pq adorei o BLOG todinho e segundo pq talvez consiga ajudar alguém. Tomei um fitoterápico especial prá acabar com a endometriose: água inglesa. Uma garrafinha até agora e estou muiiiiito mais disposta, sem dores, mais corada, alergias menos ativas, eczemas cicatrizando, intestino melhor regulado, sem urgencia urinária e ainda dormindo muiiiito melhor. Cabe avaliar mais e melhor esta medicação, mas prá mim parece q vai tudo indo pro eixo. Grande bj e tomara q possa estar contribuindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! É muito bom saber que você gostou do blog. Seja sempre bem-vinda. Fico feliz pelas suas conquistas. Não conhecia a água inglesa. Vi no Google que é um medicamento a base de plantas medicinais. Uma mistura de muitas plantas “amargas”, diz a bula. Este é o link da bula: http://www.medicinanet.com.br/bula/343/agua_inglesa.htm
      Também faço uso da fitoterapia. Junto com a mudança de estilo de vida, o uso de plantas medicinais foi importante para minha recuperação. Quero escrever sobre minha experiência.
      Obrigada por contar sua experiência.
      Com carinho.

      Excluir
  4. ola acabei de descobrir o blog, pois tambem descobri a endometriose. Resumindo tudo que li.... Deus setará sempre ao nosso lado, o blog esta sendo muito importante para mim, pois acredto que tudo dara certo.... O blog esta acrescentando muito. Ao contrario de alguns depoimentos, eu nao senti sintoma algum. Minha menstruação é normal e regulada, minhas colicas eram presentes mas com analgesicos ela passava. Enfim descobri um cisto em cada ovario e meu maior medo é de não poder engravidar. Meu medico disse que se eu fizer o tratamento correto tenho chances. Ele esta me tratando com cerazete e, nao menstruar mais.
    Força e Deus estara sempre presente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Natalia! Agradeço muito seu comentário. Sim, há mulheres que não têm sintoma algum. Embora eu tenha sentido episódios de dores terríveis, também fui pega de surpresa, pois eu nunca tive cólicas na menstruação. Sim, muitas mulheres engravidam. Não deixe de mudar sua alimentação, de fazer exercícios físicos diariamente, de transformar seu estilo de vida. Sempre busque acompanhamento médico para avaliar a dimensão dos focos. Deus sempre estará ao seu lado, presente em sua vida, fortalecendo sua saúde e cuidando de seus planos. Desejo muita força.
      Com muito carinho!

      Excluir
  5. Wow that was unusual. I just wrote an really long comment but after I clicked submit my comment
    didn't show up. Grrrr... well I'm not writing all that over again.
    Regardless, just wanted to say great blog!

    Review my website; webpage - ,

    ResponderExcluir