Arquivo do blog

domingo, 15 de julho de 2012

Para Alessandra Onodera

15 de julho de 2012
Olá, Alessandra:


A leitora Sheila enviou um comentário para você. Se mais alguém tiver informações sobre a questão colocada por Sheila, envie um comentário para este blog. Esta é a mensagem de Sheila:

Olá Alessandra, li sua postagem e talvez possa me ajudar com uma informação...Em novembro 2011, operei de endo profunda mas tive várias complicações e uma delas é que minha bexiga ficou preguiçosa e preciso de sonda para urinar. Já faz 8 meses e não voltou a funcionar. Pergunte a opinião do seu marido se a bexiga voltará a funcionar...Abs sheila 





6 comentários:

  1. Olá, Sheila:

    Sou a autora do blog. Espero que vc tenha recebido algum e-mail de resposta, já que enviou seu e-mail nos comentários. Vc já pensou em ir a uma clínica de saúde? Quando estive lá, me contaram de casos difíceis que foram revertidos. Não sei se eles teriam um tratamento para o que vc precisa, mas vc poderia entrar em contato para saber. Se quiser, eu tenho o e-mail da médica de uma dessas clínicas. Caso tenha interesse, me envie um comentário. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Fiz uma estrectomia total, restando apenas um ovário,pois tive enfoque profunda atingindo o intestino e agora sete meses depois voltei a ter as meãs. Dores, fiz uma transvaginal e o médico informol que tenho aderência no intestino e na pelve resultante d endo, me ajudeme indiquem um médico no rio de Janeiro com urgência pois não agüento mais sofrer, moro manaus temos poucos especialistas mA área .

    ResponderExcluir
  3. Olá, Isa:

    Também tive de retirar um ovário e tenho endometriose no intestino. Não conheço um médico no Rio. Recentemente, uma amiga fez uma cirurgia complexa, para eliminar os focos de endometriose, com um médico de São Paulo, Ricardo Pereira.

    Quanto a mim, eu fiz apenas um cirurgia em 2008, quando recebi o diagnóstico. Depois, mudei meu estilo de vida (conforme conto no blog) e estou mais de quatro anos sem precisar de cirurgia. Com meu tratamento, os focos deixaram de crescer e agora estão diminuindo, gradativamente. Veja meu último texto (20\12\12).

    Não desanime. É possível vencer a endometriose. Desejo sorte em sua busca por bons médicos. Vou pesquisar nome de outros médicos para indicá-los aqui. Se alguma leitora conhece um bom cirurgião no Rio, por favor nos informe.

    Abraços, minha amiga.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Isa:

    Leia este post, do blog: http://endometrioma.blogspot.com.br/2012/07/especialista-em-endometriose-no-rio-de.html?showComment=1348150569384

    Veja a sugestões de leitoras de médicos no Rio.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Olá Sheila,

    Desculpe só ver agora a sua mensagem, mas não recebi nenhum aviso ou seu e-mail para poder responder.

    Passei pela segunda cirurgia de endometrioso no dia 24/09 e foi bem complicada a minha vida até essa data.

    Ainda estou me recuperando e agradeço muito a Deus por ter encontrado no meu caminho ótimos médico e anjos como o Dr. Helio Sato(Ginecologista) e Dr.Alessandro Yuosiho.

    A endometriose é muito traçoeira e acaba complicando outrods orgãos. A minha bexiga sofreu muito por isso e hoje ainda estou com algumas limitações com infecções urinárias, mas nada que um bom controle não possa melhorar.

    Então continuo com a acupuntura como tratamento alternativo com o meu marido e está me ajudando muito.

    O médico comentou que o processo de retorno do funcionamento da bexiga normalmente pode demorar um pouco, mas que pode voltar sim ao normal sem necessidade de cirurgia de correção.

    Mas vou continuar o meu tratamento com acupuntura e entrei na academia para fortalecer um pouco, sei que existem exercícios com fisioterapeuta que ajudam.

    Desculpe só responder agora, mas minha vida está voltando ao normal esse ano e sem dores da endometriose.

    Boa sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alessandra:

      Fico muito feliz em saber que está bem, sem dores. Obrigada por escrever. Sua mensagem de superação vai inspirar muitas mulheres a prosseguir lutando, e vencendo.

      Abraços!

      Excluir